quinta-feira, 30 de março de 2017

Aula Magna da Administração da FAMES tratou sobre Gestão 360º


A equipe de comunicação da Faculdade Metodista de Santa Maria, melhor faculdade de Santa Maria, por duas vezes consecutivas, conforme Ranking Universitário da Folha de São Paulo (RUF - 2015 e 2016) fez uma matéria sobre a Aula Magna do Curso de Administração proferida pelo Diretor-presidente da CVI Refrigerantes, Emerson Vontobel. 


Ezequiel Redin e Emerson Vontobel na Aula Magna do curso de Administração
Foto: Comunicação FAMES

↘Transcrevo, uma parte da notícia, sobre a atuação no curso de Administração:

👉 👈 “E foi o professor Ezequiel quem concluiu a cerimônia de abertura. Ele agradeceu os envolvidos na organização da Aula Magna, sua última atividade enquanto coordenador, uma vez que a professora Márcia Maggioni retornaria do seu período de afastamento na sexta-feira, dia 24. “Vestir a camiseta do lugar onde estudam ou trabalham é o início do sucesso”, afirmou, ressaltando a importância desta oportunidade para o crescimento profissional”.

Para ler a matéria completa, clique aqui

Para saber mais:

sábado, 25 de março de 2017

Aula Magna do Curso de Administração da FAMES é ministrada pelo Diretor-Presidente da CVI Refrigerantes Ltda


Presidente da CVI Refrigerantes, Sr Emerson Vontobel - Foto: Comunicação FAMES

👉 A Aula Magna do Curso de Administração da Faculdade Metodista, melhor faculdade de Santa Maria por dois anos consecutivos segundo o Ranking Universitário da Folha - RUF - (2015 e 2016) foi ministrada pelo Sr. Emerson Vontobel, Diretor-Presidente da CVI Refrigerantes LTDA, intitulada "Gestão 360º", no dia 23 de março 2017.

A mesa de abertura foi composta pela Pastora Angela Margô de Mello Dias, agente da pastoral institucional; Professor Dr. Ezequiel Redin, Coordenador pró-tempore e professor do Curso de Administração; Professora Ms. Karina Schuch Brunet, representando o Diretor da Faculdade Metodista de Santa Maria, Professor Marcos Wesley da Silva; Sr. Emerson Vontobel, Diretor-Presidente da CVI Refrigerantes Ltda e a Senhorita Cydyana Fogliatto de Oliveira, representante dos acadêmicos do Curso de Administração.

Mesa de Abertura - Foto: Comunicação FAMES

O evento contou com a presença de diversas autoridades: os docentes do curso de Administração e Ciências Contábeis da Faculdade Metodista, a Pastoral, a Representação da Direção da FAMES, a Delegada Regional de Santa Maria, Contadora Simone Terezinha Zanon, representando o Contador Antônio Carlos de Castro Palácios, Presidente do Conselho Regional de Contabilidade do Rio Grande do Sul (CRC – RS); o senhor Alexandre Lima, Controlador Geral do Município, representando o Prefeito do município de Santa Maria, Senhor Jorge Pozzobom; Lindiane Baisch, Gerente de Marketing CVI Refrigerantes Ltda; e Alexandre Herbacz, Gerente Pós-venda Minami. Além disso, o Reitor da Universidade Federal de Santa Maria, Paulo Afonso Burmann, que não pode se fazer presente, enviou mensagem de reconhecimento da grandiosidade do curso de Administração da Faculdade Metodista e desejou êxito nesse evento. A cerimônia foi conduzida pela acadêmica de Administração, Larissa Soares.

Fala do Coordenador Pró-tempore, Dr. Ezequiel Redin - Foto: Comunicação FAMES

O Auditório Alice Denison da Faculdade Metodista esteve vibrante, acalorado, entusiasmado com as palavras do Presidente da Companhia. A Aula Magna teve duração de duas horas e contou com a participação massiva do público e inúmeras perguntas foram realizadas ao Presidente da CVI. Após o evento, o público foi recepcionado no Hall da Faculdade Metodista com um excelente Coffee Break e animação do Dj Bruno ,que foi apoiador do evento, fechando com chave de ouro esse grande momento do curso de Administração.  

Sr Emerson Vontobel - Foto: Comunicação FAMES
A Aula Magna do Curso de Administração contou com o apoio de Click Estúdio - Mario Sarturi, CVI Refrigerantes Ltda., Salgados Delurdes, Acadêmicos do Curso de Administração da FAMES, Dj Bruno, Imprensa de Santa Maria e setores de Coordenação, Direção, Audiovisual e Comunicação da Faculdade Metodista. Cabe registrar que o sucesso desse evento deve-se ao Professor Antonio Dal Pizzol que fez a articulação para que esse momento fosse possível entre o Curso de Administração e o Presidente da CVI Refrigerantes Ltda.

O público assistiu com muita atenção. Foto: Comunicação FAMES

A comissão organizadora desse evento contou com a parceria dos seguintes acadêmicos: Kaíne de Vargas Rodrigues, Cydyana Fogliatto de Oliveira, Larissa Staggemeier Soares, Davi Enrico Bittencourt, Tais Dvoranovski Schubert, Carolina Comoretto, Carla Daiane Fachini Rodrigues da Silva, Rodrigo de Freitas Vieira, Jemima Vautero, Helen Campos Uflacker e os Professores Ezequiel Redin e Antonio Carlos Cipriani Dal Pizzol. 
Comissão Organizadora da Aula Magna - Foto: Comunicação FAMES
 
Foi um momento histórico na Faculdade Metodista! 

Coffe Break após Aula Magna - Foto: Comunicação FAMES



sábado, 25 de fevereiro de 2017

Prouni e juventude rural no ensino superior



👉 Na primeira edição de 2017, a Educar em Revista publicou o artigo científico “Políticas educacionais e juventude rural no Ensino Superior”. Neste trabalho, tratamos do acesso da juventude rural via Programa Universidade para Todos (PROUNI).

📖 O periódico científico “Educar em Revista” foi editado pela primeira vez em 1977, voltado para a divulgação dos trabalhos produzidos no âmbito do Mestrado em Educação da Universidade Federal do Paraná (UFPR). Atualmente, a publicação é indexada, com periodicidade atualizada e regular, e reconhecida pela sua qualidade acadêmica, está classificada no Qualis CAPES como A1, o mais alto padrão de qualidade científica no Brasil nas áreas de Educação, desde 2012. O propósito da revista é realizar a interlocução entre pesquisas da comunidade científica nacional e internacional da área de Educação.


#Texto│ 📖 Políticas educacionais e juventude rural no Ensino Superior

#AUTOR: Ezequiel Redin

Sinopse:
👉 👈 O artigo objetiva analisar as políticas educacionais de acesso ao ensino superior, recentemente instituídas no Brasil, em especial, o Programa Universidade para Todos (Prouni) e as relações com a juventude rural, hipossuficiente economicamente. As informações usadas referem-se aos dados institucionais do poder público federal e as reflexões sobre os jovens rurais, bolsistas, com base no Território Centro-Serra, Rio Grande do Sul. O estudo possibilitou identificar que o Prouni proporcionou uma oportunidade à juventude rural de cursar o ensino superior em instituições de ensino particulares, porém, a maioria dos jovens rurais ainda permanece em condição marginal no acesso à política educacional, principalmente, pelo capital cultural herdado da condição camponesa em que o hábito da leitura, do acesso a livros e da dedicação aos estudos encontra-se num duelo com o trabalho na roça, estratégia fundamental para manter a reprodução social da família rural. O Prouni representa, em certa medida, a universalização e a democratização do acesso ao ensino superior em nível regional, o que proporcionou a qualificação profissional de parcela da juventude rural mantendo seus laços com o território e fortalecendo o capital cultural. Porém, a política educacional é invisível à categoria social e insuficiente para proporcionar amplo acesso aos jovens rurais e à juventude em geral que demanda qualificação de nível superior.

📶 Para baixar o artigo completo, clique aqui:

👇 Referência
Educar em Revista. Disponível em: <http://revistas.ufpr.br/educar/index>. Acesso em: 25 fev. 2017. 

REDIN, E.  Políticas educacionais e juventude rural no Ensino Superior. Educar em Revista, Curitiba, n. 63, p. 237-252, jan./mar. 2017. Disponível em: < http://revistas.ufpr.br/educar/article/view/44861/31747>. Acesso em 25 fev. 2017.

domingo, 5 de fevereiro de 2017

FAMES - Nossos formandos, nossos administradores, nosso legado!


Formandos do curso de Administração FAMES 2016-2. Foto: Focus Produtora
 Por: Ezequiel Redin 

🎓 Quatro pessoas, quatro guerreiros, quatro Administradores. Quatro é o número de profissionais formados em Administração que a Faculdade Metodista de Santa Maria tem o prazer de apresentar a comunidade de profissionais na região central do Estado do Rio Grande do Sul. A numerologia Pitagórica sustenta que o número quatro faz alusão à organização e a prática. O quatro é o símbolo da lei da ordem, uma manifestação do lado racional, é o número da terra e representa estabilidade e fidelidade, relaciona-se com trabalho organizado e dirigido para massas, a preocupação com detalhes, a energia para construir e concretizar. Este número caracteriza pessoas fortes, com boa capacidade de argumentação, práticas, leais, justiceiras, minuciosas e organizadas, conforme informações do Planeta Esotérico. 

📌 São quatro profissionais que dedicaram quatro anos de intensa reflexão, estudos e dedicação em prol da busca de instrumentos analíticos e ferramentais para a gestão das organizações. Sem dúvida, são quatro Administradores de mão cheia que construíram um legado na Faculdade Metodista e que representam nosso diferencial como formadores de pessoas que, antes de excelentes profissionais, são excelentes seres humanos. 

Cabe a nós agradecer por vocês terem escolhido o Curso de Administração da FAMES. Hoje, nós nos sentimos honrados de ter feito parte da trajetória e da caminhada intelectual de vocês. Como diz Tom Peters: “Grandes visionários são importantes; grandes administradores são fundamentais”. Para o time da FAMES, vocês representam o sucesso de 19 anos de história, de tradição e de formação de bacharéis de Administração em grande estilo. 

🎓 Dia 24 de fevereiro se aproxima. Esse dia ficará eternizado na vida de vocês. Uma vez Fames, sempre Fames. Uma vez Administradores, sempre Administradores! Vistam a camiseta na organização e exerçam a profissão com amor e paixão, características fundamentais do sucesso. 

👉São os votos da Coordenação do Curso de Administração! 

💻 Agradecimentos
Foto da Focus Produtora de Eventos
Informações do Planeta Esotérico. 

Acesse o site do curso de Administração da FAMES.

sexta-feira, 3 de fevereiro de 2017

Sábio chinês: entre a máquina e a simplicidade no trabalho





👉 O sábio chinês Chuang-Tzu, que viveu no século IV a.C., conta a seguinte história:

☑️ Durante a viagem de Tzu-gung por regiões ao norte do rio Han, ele viu um velho trabalhando em sua horta. Ele tinha cavado um sulco de irrigação. O homem descia até o poço, pegava uma vasilha de água nos braços e despejava a água no sulco. Embora seu esforço fosse enorme, os resultados pareciam muito insignificantes. 

✏️ Tzu-gung disse: "Existe uma forma pela qual você pode irrigar uma centena de sulcos por dia, fazendo mais com menos esforço. Você gostaria de ouvir como?" O velho ficou de pé, olhou para ele e disse: "E qual seria ela?" 

📖 Tzu-gung respondeu: “Você pega uma alavanca de madeira, pesada atrás e leve na frente. Desse modo, a água pode subir tão rapidamente que vai praticamente jorrar. Isto é chamado de bomba d' água.” 

🎓 Então a raiva apareceu na face do velho e ele disse: "Eu ouvi meu professor dizer que todo aquele que usa uma máquina faz todo seu trabalho como uma máquina. Aquele que faz seu trabalho como uma máquina desenvolve um coração que é como uma máquina e aquele que carrega em seu peito um coração de máquina perde a simplicidade. Aquele que perdeu sua simplicidade torna-se inseguro nas lutas de sua alma. 

😉 Incerteza nas lutas da alma é algo que não combina com o sentido de honestidade. Não é que eu não conheça essas máquinas; eu tenho é vergonha de usá-las." 

👇 Referência
MORGAN, G. A mecanização assume o comando – as organizações vistas como máquinas. In: MORGAN, G. (ORG). Imagens da Organização. São Paulo: Atlas, 1996. p. 21.